Smell

sábado, 13 de setembro de 2008
Artesanato de Antonio de Castro

Minha faculdade vai entrar em greve. Isso eu ouvi da boca do meu mais novo sonho de consumo. Já falei dele algumas vezes aqui no blog. É um menino, literalmente, desses que o pai leva e busca na porta da faculdade. E, é claro, é um heterossexual.

Eu estudava com ele desde o primeiro semestre, só que agora ficamos mais íntimos porque estamos fazendo duas disciplinas onde eu só conheço ele e ele só conhece a mim.

Estamos fazendo dupla no laboratório e nos trabalhos. Estamos estudando juntos para as provas e lanchando juntos no final de todas as aulas. Toda essa proximidade, é claro, teria algum efeito sobre a minha loucura emocional.

Estou meio apaixonadinho por ele. Ontem me peguei olhando a sua bunda, enquanto ele tirava dúvidas com a professora. Me peguei imaginado ele pelado... transando com a namorada. E ele é tão delicadinho. Nem parece hetero. Confesso que de início cheguei a imaginar que ele fosse gay. O primeiro gay interessante. Mas ainda não foi dessa vez.

Junto com essa proximidade, além da minha quedinha, vieram as vezes em que presenciei os telefonemas dele com a namorada, que é uma criança que ainda nem acabou o segundo grau e ainda vai e volta da escola com a condução da Tia Suzi (argh!).

Ele ficava chamando ela, ao telefone, de amorzinho (inho?!) e termina a ligação sempre dizendo que amava ela muitomuitomuitomuito. Às vezes ele faz isso mais de uma vez na mesma manhã.

Ele é simpático, bonito, engraçado, mas inda assim não combina comigo. Não é o que eu quero para mim agora, como se eu fosse o que ele quer para ele! Ele é uma criança que não gosta de sair para lugar nenhum a não ser o campo onde eles e os amigos jogam futebol e o programa mais interessante que ele faz com a namorada (amorzinho) é ir na casa dela e ficar vendo ESPN e bebendo Fanta laranja...

Além de tudo, ele tem bafinho. Sabe aquelas pessoas que têm um bafinho que a gente sente de longe? Ele. Eu às vezes não agüento. Até comprei bala Halls e chupo perto dele para ver se ele aceita. Mas ele é tão educado e tão bonito e loiro e com o cabelo liso em cima dos olhos de um jeito... ah...

Mas por mais que eu me esforce ara não sentir o cheiro do bafo dele, eu sinto. E ainda assim, se ele quisesse ter uma experiência homossexual, eu estaria na fila dele esperando.

Eu ando tão carente ultimamente que tenho dado confiança para qualquer pessoa que me olhe na rua. Seja homem ou mulher. Tenha bafo ou não. Eu encaro, faço caras e bocas. Sempre pronto para seduzir, mas chego a sentir pena de mim mesmo. É patético, de verdade.

Ele é só mais um. Um que eu encaro como se tivesse alguma chance, como foi com aquele que me beijou na boate e depois fingiu que não lembrava de nada. Um que eu passo minutos admirando a bunda. Um que eu sei que tem mau-hálito, mas ainda assim estou disposto a beijar na boca, na primeira oportunidade que tiver.

6 críticas:

Leo disse...

É amiguinho... nós e os heterossexuais! Que karma!
Sensacional esse texto! Me diverti muito com a descrição dos telefonemas.
Que mané hein? Mas te entendo... também estou meio assim... jogando charme até pra parede... apaixonadinho por qualquer um que sustenta o olhar por mais de 5 segundos...
bjs

BinhoSampa disse...

quando estamos carentes..qualquer um que aparece na nossa frente e fica proximo...se apaixonamos....aff!!!

fica atento a ele... não existe homem difícil...existe homem mal cantado...

Se joga....mesmo com bafinho...e com seus inhos.....hauhauhau

Abs:-)

Goiano disse...

amoreeeeee
pq vcnao arruma sonhos de consumos gays? ou pelo menos bi
?
kkkkkkkkkkkk

ai fica mais facil
kkkk

(ta eu sei,,, sonhos nao se escolhe)


bjso loveeeeeee

Nadezhda disse...

Você parece sempre estar triste nos seus post, mas esse, talvez pelo tem sarcástico (do bafo e tudo mais), me pareceu que está de bem com a vida!

Se não estiver enganada, é claro.

;)

Talvez eu conte... um dia. disse...

Iiih Pequenoo, cuidado pra essa paixaozinha, sou se tornar aguda!! Pra depois nao ficar sofrendo.!

E sobre o bafinho, coitadoo... quem sabe ele nao tem um problema de gastrite que leva a isso? Nesse caso nem hall funcioonaaa...

beeeijos

Râzi disse...

Menino... seus textos são de uma riqueza tão grande... que me dá medo! huahauahuhuah1

Sério.. eu conheci uma pessoa que tinha textos como os seus, que chegavam a me levar às lágrimas... mas conhecê-lo pessoalemte foi um desastre e eu vi que tudo que ele escrevia era piração da cabeça dele... isso me deixou pasmo...

Bom, de qualquer forma, adoro a forma como vc escreve!

E eu namorei um menino que tinha mau hálito... vc acredita que depois do primeiro beijo, eu deixei de sentí-lo? Todo mundo sentia... e eu dizia que era piração! Acho que fiquei imune...

Beijão!