Ele quer me deixar louco

quarta-feira, 11 de março de 2009
Artesanato de Antonio de Castro

Sim. Ele, meu amigo hetero, ressuscitou. Hoje ele me ligou lá pelas sete da noite. Eu estava no trabalho, cumprindo o mês de aviso prévio depois de ter pedido demissão ontem. Ele ia sair do curso e queria me encontrar para irmos juntos, no metrô.

Nos encontramos. E sentamos. O que não faço há um tempo quando pego metrô. Fomos conversando, contando as novidades. Eu dei a minha mais nova novidade: Pedi demissão.

Ele me parabenizou, quis saber onde eu ia trabalhar, o que ia fazer, como foi a reação das pessoas. Ele ficou empolgado. E o assuntou foi fluindo, enquanto as estações passavam sem que nós notássemos.

O assunto agora era a promoção dele e de repente ele estava com a mão no meu ombro, fazendo um carinho estranho e me olhando sorrindo nos olhos. Eu fiquei sem reação e encarei ele.

- Que foi? – eu perguntei.
- Nada, quis fazer carinho em você. – e ficou rindo para mim.

Eu gelei e continuei encarando ele. De início sério e pensando nas opiniões das pessoas que lêem meu blog da última vez que falei dele aqui. E então sorri de volta, aceitando o carinho. Por um minuto ficamos em silêncio.

- Você quer ir no motel? – ele perguntou.
- Quando? – respondi com outra pergunta.

Bastou eu terminar de falar para me arrepender do que disse. Ou talvez tenha me arrependido antes, enquanto a palavra saía pela minha boca, mas era tarde demais. A palavra devia ser dita por completo.

- No meu aniversário. – ele respondeu sorrindo – Eu vou contratar duas prostitutas e queria que você fosse comigo.

Tenho certeza que a minha expressão refletiu exatamente a minha decepção. Por um minuto fiquei calado, sorri, me restabelecendo, fingindo estar achando a “brincadeira” muito engraçada.

- Você é louco e quer me enlouquecer também. – eu disse.
- Deixa eu te contar um segredo? – ele pediu – Eu sempre quis ver você na cama.

Sorri, levantei e saí do metrô na minha estação, ouvindo ele dizer que amanhã me ligava para a gente ir embora juntos de novo.

Eu já tenho tanto problema na minha cabeça... como é que eu deixo ele voltar?

Ouvindo: Deixa o Verão – Los Hermanos

9 críticas:

FOXX disse...

uma coisa é deixa-lo voltar
outra é se abalar

BinhoSampa disse...

quando a gente gosta não tem jeito... sempre cedemos aos nossos impulsos... deixa rolar...

abs:-)

Raphinha disse...

Parece que quando vai esquecer tal coisa ela aparece só pra atiçar de novo. Semana passada apareceu um desses pra mim e nessa semana ele já foi embora de novo...
Ai ai...

Fico muito feliz por vc ter ganho a bolsa, espero que tudo dê certo pra vc.
Estou uma pilha de nervos, apesar do pessoal ser bastante receptivo, tenho receio por ser o menos experiente na turma, mas prometi pra mim mesmo que vou me esforçar ao máximo, que se eu não conseguir essa bolsa não vai ser por falta de vontade.

Um grande abraço e cuide-se.

Mariana disse...

Sim, ele quer te enlouquecer! mas por favor não deixe que ele faça isso não desenterre defunto!! rsrs
bjos!

Leo disse...

Cara, essa semana eu li um post no blog da Alice (Alice's adventures in Lesboland) que pra mim foi memorável!
A falecida dela também voltou pra assombrar. E ela lembrou de "Amnésia" em que ele tatua no braço o seguinte: "remember Sammy Jenkins" pra nunca se esquecer do sofrimento dele... lembra disso?
Bom, acho que eu e você precisamos de tatuagens como essa, pra nos lembrar de todo o sofrimento que essas pessoas já causaram e não deixar que causem novamente!

Gay Alpha disse...

Meu amigo... aceita logo esse convite... e mostra quem é que manda: você! Hehehe!!! Valeu pela visita!!! Voltarei!!! Abraços!!!

Autor disse...

Putz...
Sabe o que é pior?
A gente é que entra nessas furadas, sem nem se dar conta disso.
Fuja, amigo, fuja!
Ou não, rs

du disse...

.esses acontecimentos na vida são imprevisíveis mesmo. incontroláveis.

.mas agora cabe a você levar o convite até o fim. ou tentar cortar o mal pela raiz.

.fácil aconselhar. difícil agir.rs

.abraço

Klero disse...

foxx tem razão
mas como não se abalar???