Pra falar de felicidade...

sexta-feira, 27 de março de 2009
Artesanato de Antonio de Castro

Eu estou arrependido. E decidido a ajeitar minha vida. Pelo menos um pouco.

Talvez ele não seja a minha paixão eterna, talvez eu nem esteja perdidamente apaixonado por ele. Mas ele é carinhoso, me liga, me busca no trabalho, me leva ao trabalho, dorme lá em casa, quer que eu durma na casa dele, me enche de mensagens de celular, me chama para viajar, para comer fora, critica minhas músicas, minhas roupas, meus tênis, quer ouvir eu falando do meu trabalho, entender o que é cromatografia líquida de alta pressão, pergunta o que aconteceu com a minha voz antes mesmo de eu ficar fanho, quer conhecer meus amigos virtuais, até os que eu nem conheço, pergunta qual filme que está em cartaz eu quero ver esse fim de semana, me leva para cama, me faz feliz, me completa, é lindo, me acha lindo mesmo sendo muito mais lindo que eu, na verdade ELE é lindo... só ele.

Eu voltei atrás. Eu não estava indo bem, não estava levando minha vida da maneira como devia levar. Há um bom tempo.

Eu comia demais, dormia tarde, acordava cedo, virado às vezes. Fazia provas sem ter estudado, quando fazia e ainda me lamentava que meu CR não era acima de sete. Mas isso acabou.

Decidi mudar. Decidir me pôr no lugar certo. O meu lugar. Eu não tinha parado desde antes do carnaval, mesmo trabalhando e estudando, mesmo em semana de prova, mesmo terminando pela segunda vez Cálculo1.

Entrava em site de bate-papo todo dia, por nada, enquanto ele ajeitava as coisas em outro país com a desculpa de morar mais perto de mim. Eu não posso fazer com que tudo o que ele tem feito por mim e comigo seja resumido a algo tão insignificante que eu não note.

Eu não podia deixar ele passar. Perder ele seria burrice, ainda mais porque ele gosta de tudo o que eu gosto. A gente funciona em sintonia, a gente ri das mesmas coisas, ele é divertido.

Eu não podia perder ele. E agora não sei mais viver sem.

Ouvindo: Homem não Chora - Frejat

12 críticas:

Leo disse...

Finalmente uma atitude sensata!
Quem já deu corda pro bobalhão de paquetá e até pro maneta, já não era sem tempo de deixar alguém gostar mais de vc, pra variar!
boa sorte :p

FOXX disse...

concordo com o léo
finalmente uma atitude sensata

FOXX disse...

ps: e eu não sou amigo virtual tá?

Nadezhda disse...

"já não era sem tempo de deixar alguém gostar mais de vc"

E você também ;)

Arsênico disse...

Ai quiridjo... parece que sem saber... já está se apaixonando por ele... não o deixe escapar... pessoas assim que se preocupam e fazer-nos felizes... é tão raro...

felicidades!

***

du disse...

.a surpresa a cada dia. a constatação de que existe quem se preocupa. o cotidiano junto. alegrias e tristezas.

.somente louco para desistir.

.abraço.

Mariana disse...

Que bom que optou por ser feliz!!!
Curta bastante esse momento!!

bjoo

A.M.B disse...

ah q bom, eu tbm decidi ajeitar a minha vida nesse semestre, as "pequenas" diferenças é q eu ainda nao arrumei ninguem e to acabando calculo 1 pela 3a vez, ehhehe mas dessa vez ta indo mto bem! abracaooo

a Juh! disse...

aahh como é bom encontrar alguém que tem tudo a ver com a gente né?
Temos que procurar quem gosta das mesmas coisas que a gente, se não depois fica dificil de se aguentar!
rs
gostei daqui!
beijinhos

Râzi disse...

Vou torcer por vc, menino!

Beijão!

BinhoSampa disse...

Chegou o seu momento, aproveita e não joga fora... encontrar alguém que goste da gente é difícil,valorize isso...e seja feliz...

Abs:-)

Deo Araújo disse...

Noss, é minha primeira vez aqui no blog! que post lindo ><

Jura que ele é tudo isso pra vc?
Nuss..

só namoraria um cara gay.
HAuHAuhA...
N larga ele naum!
um que entenda de cromatografia líquida de alta pressão não se acha em qualquer esquina!
rsrsrs...

bjao