Fake

terça-feira, 18 de março de 2008
Artesanato de Antonio de Castro

Há uma semana atrás, mais ou menos, ao entrar no meu orkut, vi que dentre as diversas atualizações dos meus amigos havia uma adição de foto do meu amigo de longa data, aquele que me beijou sem dizer uma palavra sequer na festa do segundo grau e depois começou a me tratar como se eu fosse um personagem de um circo.

Foi motivo suficiente para eu entrar na página dele, ver a foto, olhar para ele novamente e olhar seus recados. Dias antes disso, ele me surpreendeu com um recado para mim: “Oi, meu tudão, como você tá?” – seu jeito insuportavelmente engraçadinho. A resposta foi curta: “Scrap para a pessoa errada?”.

Daí fomos conversando e parecia que todas as infantilidades e problemas de identidade do passado haviam ficado no passado, mas ainda não tocamos no assunto. Naquele assunto que eu sempre lembro ao lembrar dele. A noite em que meus pensamentos se organizaram para desorganizarem.

Ao entrar novamente no perfil dele, percebi que não custava nada olhar seus recados. Dentre os recados havia um recado de um dos meninos do grupo dele na época, dizendo “Saudade do ****** brother”. Já comecei a sentir que algo estava estranho, pois não havia motivos para eu ser lembrado daquele jeito por aquele garoto.

Mais abaixo um recado de um outro garoto do grupo, um com quem eu tinha ainda menos contato, ou contato nulo: “É, também recebi esse scrap do ******... Zoaram o orkut do lek”.

Embaixo um recado meu, um recado que eu não havia escrito. Uma declaração cujo conteúdo nem lembro para reproduzir. Só sei que era algo grande, em mais de cinco linhas, falando sobre passar por cima do orgulho e assumir uma atração sexual por ele. Enfim, algo vulgar e infantil. Nada mais previsível, vindo deles.

O que me assustou foi o fato de terem feito isso dois anos depois de a gente parar de estudar juntos. Tentei achar uma explicação para eles ainda lembrarem de mim e sentirem necessidade de me perturbar, mas não encontrei. O que encontrei foi a lembrança de que eu poderia apagar o recado, já que estava logado em mim.

Tentei apagar, mas não era possível. O que fez com que eu concluísse que não descobriram minha senha e mandaram recados e sim fizeram um outro perfil para mim. Entrei nesse perfil e pude observar o trabalho de mestre desempenhado por eles. Todas as minhas fotos, legendas, vídeos e todas as minhas respostas do perfil. Tudo. Tudo igual.

Fiquei com raiva, confesso. E triste em pensar que meu amigo de longa data havia conversado comigo dias atrás e tínhamos nos acertado depois de tanto tempo e depois ele fazia aquilo comigo. Mais uma vez rindo às minhas custas, como se eu não fosse ninguém...

Deixei de lado. Esqueci. Ele me mandou um recado dizendo que não tinha nada a ver com o acontecido, dizendo que eu podia ou não acreditar nele, mas que ele nunca faria algo do tipo comigo.

Eu nem fui em frente com essa discussão. Para mim foi um assunto que havia ficado ali. Comentei com os meus amigos, rimos e nos indignamos juntos. Meu amigo hetero se sensibilizou. Pegou telefone, msn e orkut do garoto que eu imagino que fez isso e prometeu me vingar. Coisas de amigo.

Mas para mim não havia necessidade de vingança. Havia acabado. Tanta coisa já se passou desde então. Tanta que eu já até pude ver que meu amigo de longa data não era a coisa mais importante do mundo, que uma decepção com ele é bem menor que muitas outras decepções que já passei.

Mas ontem eles decidiram desistir, eu acho, e mandaram um para o outro um depoimento com a senha e o e-mail da conta do meu orkut fake. Não me fiz de rogado, ainda que eu soubesse que era justamente isso que eles queriam que eu fizesse. Deletei o orkut e ponto final.

10 críticas:

Nadezhda disse...

Orkut muitas vezes só serve pra dor de cabeça mesmo.

Você não devia ter deletado. podia ter mostrado que apesar de tudo isso, você podia ser um ser humano muito melhor que todos eles.

Mas eu sei, essas coisas nos tiram do sério mesmo.

;)

Goiano disse...

baby o problema nao é o orkut
o problema é : pq vc marcou tanto esses garotos? de alguma forma vc revela neles tracos q eles mesmo tentam negar... e por meio da satira vulgar se expressam.

vc é especial... nao é todo mundo que apos 2 anos sem convivencia é lembrado de maneira ta viva

bjos

Megafashionist disse...

Eu me surpreendo com a capacidade das pessoas se esforçarem para causar um mal estar em outras... i-na-cre-di-tá-vel...

Mas é isso deleta o orkut e deleta eles tb... hahah

Mariana disse...

orkut...o que era pra unir as pessoas acaba separando...
As pessoas não podem sentir que tem poder nas mãos, porque sempre usam pra ferir as pessoas, e muitas vezes as pessoas que elas não podem ser...

bjos

Poderoso disse...

passei para desejar uma pascoa feliz

Râzi disse...

Rapaz, maldade é algo inerente ao homem, assim como a bondade. Só que essa, a maldade, normalmente está presente quando existe covardia! Ninguém faz uma coisa dessas e dá a cara pra bater...

O menor é esquecer. Agora, se o seu amigo de longa data disse que não tinha nada a ver com isso, pode ser que não tenha mesmo. Afinal, o que ele teria a perder se vc achasse que tem???

Pense bem antes de dispensar a amizade dele.

Beijão!

PS: Já quase perdi um irmão do coração por causa de interner.

Leo disse...

Kramba kra! Que coisa bizarra! É impressionante a capacidade das pessoas de serem babacas... meu 2o grau foi bem sofrido, e fico me imaginando na sua situação. Dou graças à Deus por não ter mais que encontrar com as pessoas que me faziam tanto mal. E quando acabo por esbarrar com eles, me impressiono em como eles ainda exercem um grande poder sobre mim. O poder de me fazer me sentir pouco a vontade e derrotado.
Deletei meu orkut há uns 2 anos. Não me faz falta. Os amigos que me querem bem têm o meu msn, meu telefone, estamos sempre juntos. Os outros.... bem... dos outros eu quero distancia!
bjs

Goiano disse...

baby! Feliz pascoa!
bjocas

Fláh disse...

Nossa,
cada uma,
"è tudo intriga da oposição"

diria um amigo meu.

ahushausa

Beem só vim dizer que postei o meme que vc me mandooou.

:)

e quer ajudinha com templatess??
eu posso.


vo te add no email.

Paulo disse...

Olá! Olha eu aqui, atrasado, retribuindo sua visita.

Gostei daqui e voltarei! :)

Sobre o ocorrido, é lamentável como existem pessoas sem o que fazer nesse mundo. Mas, achei bem interessante o comentário do Goiano sobre isso. Se eu tivesse que escolher como interpretar o que aconteceu, ficaria com a interpretação dele.

Abraços!