Hot Dog Hot

domingo, 7 de setembro de 2008
Artesanato de Antonio de Castro

Definitivamente o orkut não está me fazendo bem. Sexta-feira, sem ter muito o que fazer na internet às duas da manhã, mas insistindo para não ir dormir, dei uma olhada no orkut do meu ex-namorado.

Tinha um tempo que eu não visitava o perfil dele, nem olhava os seus recados. No trabalho continua tudo no mesmo. Ele não fala comigo, a não ser quando é para me cumprimentar, a gente não se encara e o máximo de conversa que temos sempre é a respeito do trabalho.

Com as outras pessoas ele é sempre o mais simpático, ainda que eu ache tudo muito forçado, mas ele é. Ele faz piadas, ri alto e conversa sobre todos os assuntos. Comigo ele fica nervoso, está sempre tremendo e não dá um sorriso.

Talvez o erro seja meu de achar que nos tornaríamos amigos com o fim do namoro. Tanto sentimento bom não pode acabar assim, era o que eu pensava, mas agora eu vejo que pode. Para ele acabou.

O que sobram são mágoas, por eu ter feito tudo o que eu fiz, mas que eu nem sei que fiz. Quando eu tento algo mais próximo de um diálogo despretensioso com ele, tudo o que ele me diz é que as coisas estão melhorando, que com o tempo esse ódio que ele sente por mim vai passar.

Na verdade, nem sei se ele usa a palavra ódio, mas eu interpreto como tal. Interpreto como algo que ele ainda sente graças a minha falta de sensibilidade, que apesar do tempo que passou e de tantas coisas que passaram, ele ainda o sente, luta para deixar de sentir.

E quando eu olho no orkut dele, o que vejo são recados de um tal Diego, um que há uns meses atrás, três meses depois do fim do nosso namoro, já mandava um depoimento para ele. O menino estava na cara há muito tempo que era homossexual. Na época, eu fiquei feliz por ele estar com outro já, ainda que em conversa comigo ele ficasse dizendo que eu ainda fazia muito mal a ele.

Agora esse Diego mandava vários recados para ele, seguidos. Agradecendo presentinhos trocados, scraps emocionantes e lanches. Essa parte do lanche é que me deixou realmente magoado.

De repente eu vi que ele estava repetindo a nossa história. Talvez nem fosse tanta coisa assim, mas... Cachorro-quente sempre foi a minha paixão. É minha comida preferida. A qualquer momento, com qualquer coisa, ele sabia disso e eu acho que por isso sempre fazia cachorro-quente para a gente comer quando eu ia lá.

Era romântico e por isso eu vou guardar para sempre como o meu lanche com ele. Mas não era mais o meu lanche com ele. Era o lanche dele com o Diego também.

lembrei do cachorro quente de madrugada..ainda comeirei outro daquele!!!


Tão vulgar... Me senti traído, roubado, como se tudo não tivesse tido a importância que ele dizia que tinha. Como se eu tivesse errado ao namorar ele, porque talvez ele nunca tivesse sentido nada do que ele dizia que sentia por mim, talvez tudo era tão verdadeiro quanto a dor que ele sente pelo término secular do nosso namoro enquanto serve cachorro-quente para outra pessoa.

Ouvindo: Gravity – John Mayer

12 críticas:

Rafaela Abreu disse...

Eu semrpe acreditei nos extremos da vida... um grande amor vira ódio por uma coisa minúscula...


Boa'Semana!

Nadezhda disse...

Eu tenho o costume de olhar o orkut de um ex namorado, mas é mais pra cutucar mesmo. (E como você disse, parece até que ele está fazendo algo errado em namorar outra pessoa).

;)

(O meu último post não é real).

Leo disse...

Realmente acho que ajudaria você não olhar mais no orkut dele!
E acho também que você devia desvincular o cachorro quente dele! Não é justo que ele tire isso de você!
É apenas um babaca que não deu valor!
bjs

FOXX disse...

quando as mágoas tomam o lugar do carinho é mto dificil manter a amizade


ah, tow indo no rio, qr me conhecer?

FOXX disse...

fim de semana q vem tow ai

me add no msn

le.foxx@hotmail.com

Râzi disse...

Bom, eu não sei como seu relacionamento acabou... eu comecei a ler depois disso...

Mas pelo que vejo, vc ainda gosta dele.... ou não?


Beijo, rapaz.

It disse...

Adorei o blog. Escreve muito bem!
Li os primeiros posts e gostei mesmo dos capítulos do livro.

It disse...

E a trilha então...
adoro john mayer!

BinhoSampa disse...

nesses casos, o jeito é enterrar o defunto e partir para outro...

Quanto mais vc mexe nessa história... mas sofrimento vc terá...

Pense nisso...

Abs:-)

Beto disse...

eu vivo a vida intensamente... talvez isso ajude a piorar as coisas!!! rsrsrs!!!
então o jeito é viver a vida e não cobrar muita coisa da gente nem dos outros!!! certo??? adoramos seu blog ! preciso vir aqui mais vezes!!!se der dá uma passada lá depois!!!
beijão!

Wagner disse...

Oi cara, tudo certo? Bah, acho meio masoquista este lance de vc ficar fuçando o orkut dos "outros". Anyway você poderia aproveitar pra colocar comidas mais saudáveis na sua vida! Já pensou do que a salsicha eh feita? Boa semana pra ti! Abraços!

Mariana disse...

ai o orkut!! eu sempre olho o orkut dos exs, não que sinta algo, mas é pra ver mesmo como andam as coisas, e ja senti o que sentiu, é mto triste saber o que era especial para nós era comum para o outro,faz com que tudo que tenha
acontecido pareça sem sentido e falso... mas superamos sempre e tenho certeza que vc supera tbm( isso se já não superou e ainda nao sabe)

bjos