Não tão novo rapaz

domingo, 13 de julho de 2008
Artesanato de Antonio de Castro

Sexta-feira foi minha estréia no boliche. Negação. Um strike que foi sorte de primeira viagem e o resto foi pura negação, parecia que todas as minhas bolas tinham um imã que as chamavam para a canaleta... Ainda assim foi legal.

Fui com uns amigos mais próximos da faculdade, onde eu não tenho muitos amigos. Não diria que são propriamente amigos, já que meu contato com eles é mais nos horários de aula e quase nunca depois que cruzamos os portões da UERJ. Entretanto, agora, no fim do semestre, temos nos aproximado um pouco.

Nesse grupinho tem o menino de um post de tempos atrás. Deve ter um mês mais ou menos que eu sei que ele terminou com a namorada, aquela com quem ele ia se casar em breve. Depois do término do namoro, ele começou a nos chamar para ficar em barzinhos, sair à noite e tudo mais.

Sexta-feira foi aniversário dele. Depois do boliche ficamos um pouco num barzinho, com um grupinho dele, da época da escola, gente legal. Bebendo, comendo e rindo muito. Quando vi, entre uma ice e outra, já eram mais de duas horas e eu não fazia a mínima idéia de como ia voltar para casa.

Um colega dele estava de carro e nos levou. Me deixou em frente a minha casa e minha mãe nem acordada estava quando eu cheguei. Dormi e acordei no sábado quando já era mais de meio-dia. Sono daquela sexta-feira e sono acumulado de toda a semana.

Entrei um pouco na internet, para jogar papo pro ar com o povo no msn. Quando me apareceu um cara que conheci em junho, com quem tive uma conversa e que pareceu bem interessante. Na época, ele marcou comigo dois dias depois, numa rua paralela a da minha faculdade às onze da noite.

Eu estava mesmo com vontade de ir, saber qual era a dele. mas não fui, estava tarde para ficar andando na rua assim, atrás de um cara que eu nem sabia se ia aparecer mesmo. Então eu não fui, deixei um recado para ele no msn e ele nunca mais ficou online. Até ontem.

Ele me disse que não ora também, que teve que viajar às pressas por causa do trabalho. E perguntou se não podia me encontrar naquele dia, ou seja, ontem. Eu já ia ao shopping mesmo, para pagar umas contas e pegar dinheiro no banco. Marcamos de nos ver na saída do shopping, ele iria me ligar, dei meu celular.

Fui ao shopping, paguei as contas que tinha de pagar e esperei a ligação. Que nunca aconteceu. Quem ligou foi o meu colega da faculdade, o Novo rapaz. Ele iria sair à noite com um povo dele e lembrou de mim. Eu decidi que ia.

Encontrei-o no metrô duas horas depois, quase onze e meia da noite de sábado. A cidade borbulhando de gente indo para as noitadas. Dancei muito, conheci mais gente nova, todos mais adultos que eu, com mais experiência e me achando o menino mais inocente do local.

Eu acho que o novo rapaz gostou desse meu tipo. Num momento do dia, ele me pegou pela mão e me levou para um canto. Eu já não estava no meu melhor nível alcoólico. Seis copos de caipvodka, três garrafinhas de Smirnoff Ice e duas doses de tequila. Ele começou com um papo engraçado, que era para eu me comportar e beber direitinho, para eu maneirar na dança. Eu ria... bêbado já. E aí ele começou a me beijar. Ficamos ali por um tempo que eu não sei quanto foi, às escondidas.

Quando vi, meu celular estava me acordando, uma ligação do Novo rapaz. Eu era o único na boate, as luzes já acesas, pessoas limpando o chão. Saí, sem ver direito um palmo na frente do rosto. Paguei, peguei minha mochila e saí.

Ao encontrar todos os amigos dele e ele na calçada lembrei do que tinha acontecido ali naquela noite. Não tive cara de olhá-lo nos olhos. Entramos no táxi, estavam todos me esperando. Cheguei em casa, dormi, tomei café da manhã, dormi de novo, almocei e não me sai da cabeça como vou achar um modo de encarar o novo rapaz amanhã, na faculdade.


Ouvindo: Piece of me – Britney Spears


*um pouco de trash não faz mal a ninguém

4 críticas:

A.azul disse...

nossa.. que isso, noite produtiva hein?
ta louco que to te ignorando? é so um caso de desencontro mesmo..

mas vou sumir ate o fim do mes!
=]

bjs

Goiano disse...

minhas bolas tbm tem um ima... mas nao vem ao caso

huauhahua

vc fez a kate moss? bbeu todas e deixou o mundo cair?
adorooooooooo

auhhuauah

Leo disse...

Gente que sensacional!
Essas coisas nunca acontecem comigo! :p
A sua vida amorosa anda movimentada hein?! hehe
MARAVILHAO :D

Talvez eu conte... um dia. disse...

Uaaaau! que noite eh essa! ahahhaah
eu acho que você deveria continuar assim mesmo, coisas reais, esse papo de arrumar encontros na net é roubada! tome cuidado!!

e olhe de frente, ué! e se ele nao fizer o mesmo, paciência, o importante é você, está de cabeça erguida!

beeijos